Passar para o Conteúdo Principal
CM Bragança

V Festival Literário de Bragança

Destaque 1 720 1000
25 de Maio de 2019

O Festival Literário de Bragança saiu, de 22 a 25 de maio, dos espaços “habituais”, levando a cultura a locais inesperados, como a aldeia de Rebordãos e os Estabelecimentos Prisionais de Bragança e de Izeda.

“Este evento, que já está na agenda dos nossos cidadãos, contribui para a descentralização da literatura e da cultura, ao promover iniciativas no meio rural ou junto daqueles que se veem privados da sua liberdade”, destacou o Presidente da Câmara Municipal de Bragança, Hernâni Dias.

Ao longo de quatro dias, escritores como Tiago Salgueiro, João Morgado, Bruno Vieira Amaral, Nuno Amado, Elisabete Neves, Nuno Nepomuceno, Ana Bárbara de Santo António, Luís Osório, Maria João Fialho Gouveia e João Tordo estiveram à Conversa com pessoas de todas as idades e apresentaram as suas obras em sessões que decorreram em estabelecimentos de ensino públicos e privados, na Escola Superior de Educação, na Biblioteca Municipal, no Auditório Paulo Quintela, no Centro de Fotografia Georges Dussaud, no Conservatório de Música e de Dança de Bragança e no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais.

Além de livros e de literatura, o evento incluiu momentos, como a encenação da obra “Beatriz e o peixe palhaço”, com a atriz Elsa Pinho, e a presença da ilustradora Mafalda Milhões em algumas escolas de Bragança.

No penúltimo dia, foi a vez de autores associados da Academia de Letras de Trás-os-Montes (ALTM) participarem em sessões de poesia e prosa, a que se seguiu a apresentação da coletânea “Rostos de Terra”, que reúne textos de escritores que integram a ALTM.
O último dia do Festival Literário de Bragança foi dedicado, da parte da manhã, aos mais novos, com a realização de Livros com Histórias à Solta - Festival do Livro InfantoJuvenil, em que autores, como Ana Bárbara de Santo António, Daniela Rocha, Sofia Mexia Alves, Caseiro Marques e Paula Nisa apresentaram as suas obras. Já à tarde, decorreu a apresentação das obras “Graça Morais – 10 anos (2008/2018) e CACGM – 10 anos (2008/2018), no âmbito das comemorações dos 10 anos do Centro de Arte Contemporânea Graça Morais.

O Festival Literário de Bragança, promovido pelo Município de Bragança, assume-se como um projeto dinamizador de um concelho já reconhecido como “um território de elevada densidade cultural”.

Registo Fotográfico

voltar ao topo
área de munícipe

Aceda à sua Área de Munícipe para ter acesso à Subscrição de Newsletter, entre outras funcionalidades.

Câmara Municipal de Bragança
Forte S. João de Deus
5300-263 Bragança
Tel: 273 304 200 | Fax: 273 304 299

logótipos EU