Passar para o Conteúdo Principal
CM Bragança

TERRAMATER para recuperar áreas ardidas

Dest 740x410 1 720 1000
01 de Outubro de 2019

O Brigantia Ecopark acolheu, no dia 1 de outubro, as “I Jornadas TERRAMATER”, referentes a um projeto transfronteiriço de medidas inovadoras de recuperação preventiva em áreas ardidas, reduzindo perdas de solo por erosão e aumentando a sua resistência face a novos episódios de incêndio.

O Presidente da Câmara Municipal de Bragança, Hernâni Dias, destacou o “caráter transfronteiriço” e “a vertente prática do projeto, pois só com medidas in loco, no terreno, é que será possível ter, de facto, resultados positivos”. “É necessário ir além da teoria e aplicar estes modelos de forma coesa e não apenas em áreas protegidas, ajudando na prevenção de incêndios também em espaços não protegidos”, considerou, recordando que o “Município de Bragança já colocou em prática um plano de criação de charcas, que até 2021 prevê ter criado uma por freguesia, com o intuito de servir as populações das mais diversas formas, como agricultura ou pecuária, mas, sobretudo, na ajuda ao combate dos incêndios florestais”.

O Projeto TERRAMATER tem como objetivo principal a recuperação das funções ambientais e produtivas de áreas ardidas, acelerando o processo, reduzindo perdas de solo por erosão e aumentando a sua resistência face a novos episódios de incêndio. Com a melhoria das condições ecológicas nas áreas recuperadas pretende-se, também, que manchas florestais vizinhas de áreas ardidas vejam reduzida a ameaça de pragas. Tal será conseguido através da formulação e avaliação do desempenho em áreas ardidas de corretivos do solo, preparados “à la carte”, ou seja, de acordo com o conhecimento aprofundado e local das condições ecológicas pós-fogo e dos processos biogeoquímicos associados à recuperação e melhoria da qualidade dos solos afetados.

O TERRAMATER é resultado da conjugação de esforços entre Portugal e Espanha no sentido de atingir uma gestão sustentável das áreas afetadas e de manter ativo o intercâmbio de experiências levadas a cabo em ambos os lados da fronteira, como contributos essenciais para promover uma efetiva colaboração ibérica na luta contra os incêndios, problema que assola recorrentemente e de modo cada vez mais grave ambos os países. Este projeto é cofinanciado pelo Programa Operacional EP - INTERREG V A Espanha Portugal (POCTEP), com uma dotação global de 1,1 milhões de euros em 3 anos.

Registo Fotográfico

voltar ao topo
área de munícipe

Aceda à sua Área de Munícipe para ter acesso à Subscrição de Newsletter, entre outras funcionalidades.

Câmara Municipal de Bragança
Forte S. João de Deus
5300-263 Bragança
Tel: 273 304 200 | Fax: 273 304 299

logótipos EU